25-11 @ Dub: Electro/Tecno Party? DJ Party? Olavo Bilac? wtf?

Ok, esta foi definitivamente uma das noites mais curiosas dos últimos tempos, e uma das melhores a nível pessoal.

No post anterior eu falava que tinha a sensação que as coisas poderiam ser diferentes do costume devido a estar com uma disposição algo estranha nos últimos dias. Uma das razões foi a minha ida ao Lux na Sexta-Feira após umas paragens no Bairro Alto. Chegado ao Lux é sempre bom ver e falar com um amigo meu que trabalha lá, ou não fosse o meu melhor amigo heheh, mas a música a certa altura começou (na minha opinião) a entrar na onda de piloto automático e quase música de fundo, especialmente no andar de baixo. Como tal começou a passar-me ao lado, e ver pessoas a dizer apenas uhhh, uiiii na pista de dança, sem dançarem e apenas por ser DJ x a tocar, a marcarem apenas a sua presença, também não ajudou muito numa altura que até ainda estava a dançar. Como tal, a dada altura bazei e fiquei a ponderar nesse e outros assuntos.

Um deles era óbviamente relacionado com a atitude geral de meter-se música, e em escolhas sonoras, apesar de isso ser sempre tudo muito relativo. Ora bem, cheguemos a Sábado então, comigo ainda ultra cansado após duas semanas de loucura que em casos normais já teriam feito alguém ter caído pro lado provavelmente lol. 

Chegado ao Dub, algo cedo até, já lá estavam algumas pessoas, e sentia assim uma energia interior que me fazia estar meio weird e impaciente, como tal decidi começar a noite logo às 23h. A intro da noite foi logo o sinal de que algo iria acontecer ali, ainda mais com o equipamento do Bar, que é bastante bom, especialmente a nível de projecção do som. De seguida aqui vamos e a noite começa exactamente logo com som electrónico (o que já andava a acontecer ultimamente também no BB diga-se), tendo sido essa a tendência clara desta noite, salvo raras excepções mais ao fim da noite relacionadas com pedidos de pessoas e porque ya, já era um pouco tarde também. Mas a noite foi claramente focada em electro, trance, house, electro/industrial etc etc etc, com cenas de 80’s pelo meio e uma ou outra coisa mais indie, sempre com um foco em manter um certo ritmo meio elevado.

Pouco tempo depois chega o João (seitek), que iria fazer a parte VJ desta noite, mas após alguns problemas entre o portátil e o projector, a colaboração que temos feito e a empatia que tem surgido entre ambos tomou mais um rumo deveras curioso nesta noite. Devido aos tais problemas e como ele estava a curtir bastante a linha sonora desde o início, decidimos começar a meter ambos música nesta noite, sendo de notar que ele é um dos DJs residentes do Dub. Como tal, olhar depois para a playlist desta noite do que eu meti nunca vai dar a visão clara do que aconteceu (ainda mais que o costume), visto que parte da noite foi feita por nós os dois, com ele a meter uma faixa e eu outra de seguida, a explorar ali o momento, com ambos a conhecer várias cenas a nível sonoro e a partilhar o gosto pelo que fazemos. Ali estavam duas pessoas claramente “having fun”.

Se as coisas já estavam a ser muito engraçadas, a meio da noite nota-se a presença de uma pessoa no bar, nomeadamente Olavo Bilac da banda portuguesa Santos e Pecadores, que estava lá com um grupo de pessoas. Tipo, wtf? wow. Eles ficaram até ao fim da noite, mais concretamente até às 5:30 e numa altura em que já estava só eu novamente a meter som, e com um foco mais em pedidos de pessoas, e gostaram da noite, tendo falado connosco várias vezes, ultra simpáticos e bem dispostos. Ele até achou piada à minha figura e imagem e comentou isso, que tinha bue a ver com a linha sonora que misturava electrónico recente com as cenas dos anos 80 etc. Foi mesmo muito engraçado.

Após isto, acredito que algumas pessoas possam não ter gostado da noite, apesar de ninguém o ter dito, visto que a onda sonora pode não ter ido de encontro ao que andava a ser “normal” e devido aos gostos pessoais de cada um, mas realmente adorei a noite e acho que foi das melhores em todos os campos. E se virmos bem, olhando para a tendência do que se vê nos últimos sets/CDs e até do que já andava a fazer após a noite em Praga, uma noite como esta de dia 25 já era de esperar mais cedo ou mais tarde.

As coisas correram tão bem, que no campo da colaboração entre mim e o João vamos continuar a explorar isso e decidimos ver se falamos no Bar do Bairro para fazermos lá algo com nós os dois a tocar uma noite já que ambos nos damos bem com as pessoas da casa e conhecemos bem o sítio, sendo algo a continuar a explorar no futuro porque vale mesmo a pena, apesar de eu ainda ter um longo caminho a percorrer tecnicamente, seja em relação a ele como no geral. 🙂

Really funny night. Obrigado a todos os que apareceram. 🙂

Advertisements

~ by Azelpds on November 26, 2006.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s