30-06-2006, uma noite inspiradora

Continuando com a minha peculiar disposição nos tempos que correm, estava bastante bem disposto e eléctrico apesar de ter dormido poucas horas na noite anterior como já é costume. 

Esta última noite de música efectuada no Bar do Bairro correu bastante bem como tudo apontava já na véspera. Correu muito bem não em termos do número de pessoas presentes, visto que já existiram melhores nesse sentido, mas sim pela disposição de quem apareceu.

A noite em si começou pela Fnac do Chiado na compra do último album dos Mono (Japan) de nome You Are There, que além do título meio sugestivo do que iria acontecer mais tarde, é uma obra inspiradora, quem sabe ao ponto de me fazer, finalmente, começar a escrever algo para um certo projecto online que tem estado parado à espera que eu tenha inspiração, força de vontade e tempo, para o erguer de pé. Posto isso, após uma passagem pelo adamastor com uma colega minha, hora de irmos jantar e continuar a conversa agradável enquanto se comia algo e bebia-se um copito de vinho…ahem… As coisas estavam tão agradáveis que acabámos por chegar ao BB um pouco mais tarde que o habitual, o que não foi mau.

Basicamente, invés de haver a espécie de aquecimento habitual que existe neste estilo de noites à medida que se espera que a casa vá tendo um pouco mais de gente, explorando algumas vertentes sonoras mais calmas e relaxantes, chegar mais tarde contribuiu para termos logo uma casa mais composta e começar nonstop a dose desde a primeira faixa, o que é sempre algo interessante.

A dada altura outros colegas meus, conhecidos e amigos apareceram lá e foi uma “desgraça”. Ainda me doi a cabeça por alturas destas linhas lol. Juntando-se a isso temos algumas pessoas que vieram falar comigo e que, além do pedido de algumas músicas, vieram agradecer-me, algumas delas clientes já habituais da casa e que já me conhecem de ir lá ao BB várias vezes (thx mais uma vez). Seguindo isso, e como também já conheço de lá alguns dos clientes, várias faixas foram passadas de propósito porque acabamos por memorizar os gostos deles de outras vezes, o que torna tudo mais agradável, e de certo modo familiar, para ambas as partes. Até com pessoas estrangeiras isso já vai acontecendo, como por exemplo saber que as pessoas italianas, no geral adoram The Cure. :p

Mais uma vez obrigado a quem apareceu, estas noites afinal de contas são sempre feitas para “vós” e não para mim. ^_^

Advertisements

~ by Azelpds on July 2, 2006.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s